Quem Somos

ORLANDO BAUMEL por CAROLINA K. FIGUEIREDO

Conhecer o Orlando Baumel é uma experiência diferente na vida de qualquer pessoa, músico de uma sensibilidade incrível,  usa toda esta sensibilidade na sua nova opção de vida, hoje o Orlando é Chef!
Experimentar os pratos que carinhosamente prepara para este site e para aquelas pessoas especiais a sua volta, é um prazer imenso, pois como não gostar de um prato preparado por um saxofonista, que cozinha ouvindo Jazz?
O Orlando soube unir a sensibilidade do seu lado músical com a técnica e precisão  de um grande Chef.
Além de Chef, Orlando é casado com a Alice, tem 3 filhas maravilhosas: a Fer, a Le e a Lu. Conhecer o Orlando é se sentir parte da família.
Convido vocês a conhecer este mundo que o Orlando criou aqui, para todos aqueles que apreciam um bom prato, uma excelente companhia e um momento para se guardar.

CAROLINA KOVALSKI FIGUEIREDO por ORLANDO BAUMEL

O que falar sobre a Carol…

Teria muita coisa para falar e sempre faltaria algo. A Carol é uma pessoa especial, querida e minha melhor amiga.

Tudo que o OBA é hoje, devo muito à ela. Toda a parte de Layout é dela. Quando não consigo alguma coisa, é para a Carol que peço ajuda.

Uma pessoa com tantas qualidades e que só merece elogios, principalmente de minha parte.

Quantas vezes eu chamei a Carol, apavorado por não conseguir alguma coisa, e ela, com toda a calma do mundo, resolveu em um minuto.

A Carol é minha companheira aqui no OBA. Para ela, devo minha gratidão.

Cozinhar e tocar assim fica muito mais fácil!

NOSSOS COLUNISTAS

MARIA ALICE MACIEL

Nutricionista, especialista em Alimentação e Nutrição, especialista em Nutrição Clínica. Mestre em Medicina Interna pela UFPR.Nutricionista do  Instituto do Rim do Paraná


 

FAL AZEVEDO

Escritora paulistana que há mais de dez anos escreve na rede. Ela adora a palavra, seus efeitos e poderes, ela crê no poder sobrenatural do narrador, ela crê nas qualidades restauradoras dos dicionários, ela professa a fé dos que crêem na internet, terra de prodígios e maravilhas. Fal tem três livros publicados o mais recente deles é o ‘Minúsculos assassinatos e alguns copos de leite’ (Ed. Rocco) quatro gatos, um cachorro maluco e mora na encantadora e surreal vizinhança do Beco do Piolho, de onde vê o mundo, come jujubas e tece teorias da conspiração.


 

TEREZA RATTS

Quando menina fiz curso de artes. Aprendiamos a desenhar, pintar, a escrever nossas estorias – e interpreta-las, aulas teoricas de musica e praticas de flauta doce.

Incentivada por um pai maestro e uma mãe pianista – que falava lindamente Italiano. A lingua de meu bisavo – fiz aulas de violino, mas não gostei; e de piano, que eu gostei tanto que cheguei até a dar um pequenino recital.

Também fui bailarina. Cheguei a fazer o papel principal em 3 coreografias.

No tempo de criança quis ser professora, astrônoma (não perdia um episodio de « Cosmos », de Carl Segan) ou jornalista. Não me tornei nenhuma dessas coisas, mas havia sempre uma pitada de cada uma, temperando tudo o que me chamava atenção. O ponto em comum talvez era a necessidade de estar sempre aprendendo e se informando sobre algo novo. Curiosidade sim, sempre foi o meu forte.

Entre os 17 e 18 anos trabalhei pela primeira vez numa agência de publicidade. Aos 19 estava completamente apaixonada e seduzida pela profissão. Fui publicitaria por 16 anos.

Mas a minha alma inquieta precisava viver algo novo. Uma nova paisagem, novos rostos, lingua e cultura diferentes. Passei a chave na porta e desembraquei em Nantes. Uma linda cidade, que parecia ter saido de um conto de fadas, neste pais encantado, chamado França.

Apaixonei-me pela França e por um certo « François » ja faz 3 anos. Uma paixão que virou amor e resultou em casamento.

E parece que neste momento estou enfim descobrindo o que eu quero ser quando crescer: mulher do Fran, cuidar da nossa casa e se Deus quiser do nosso futuro filho, ou filha.

Sigo aprendendo muito nesta nova vida. Aprendi mais uma lingua, conheci pessoas impares, ando por lugares encantadores, faço viagens inesqueciveis, provo comidas e vinhos maravilhosos, e descubro muito sobre as riquezas culturais, as historias e os costumes deste e de tantos outros povos que fazem parte desse velho mundo, que se descobre e se torna mais e mais para mim, o meu novo mundo.


STELLA CAVALCANTI

Eu sou publicitária por formação. Trabalhei como redatora em agência e rádio. Fui locutora por um tempo, lá no século passado. Como eu vim parar no meio de farinha de trigo, açúcar e ovos? Me casei. Pois é: eu morava em Recife, conheci um carioca, vim pro Rio de Janeiro, nos casamos há 11 anos. E eu não conseguia trabalho na minha área… Estudei para diversos concursos, trabalhei em locadora, fiz um mal sucedido curso de web designer… E meu marido, ao ver que o bolo que eu sempre fiz para festas e para receber amigos queridos fazia muito sucesso, me sugeriu estudar confeitagem e passar a vendê-lo. Grande idéia! Fiz cursos de confeitagem, aprimorei minha receita, acertei e errei, levei calotes de clientes, conheci gente boa e, há 3 anos, tenho o meu blog específico para a minha marca, a Doçuras da Stella. O blog se chama Blog dos Bolinhos, muito simples e fácil de decorar.

 

Print Friendly