Carne crua

Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on TumblrPin on PinterestEmail this to someone

A “Carne de Onça”!

Prato típico de Curitiba há mais de 50 anos, a “Carne de Onça”  surgiu como herança dos imigrantes do leste europeu. Servida em diversas versões, ela aparece mais simples nos botecos e mais sofisticadas em locais mais refinados, como uma releitura do Hackepetter alemão ou do Steak Tartar francês. Estes dois últimos são elaborados misturando-se a carne com os temperos e adicionando Conhaque. A receita que segue é a mais tradicional de Curitiba. Não se usa misturar os temperos com a carne (somente durante a montagem), o que modifica a sua textura e lhe confere um sabor único. Você vai precisar de 200 a 300 g de Patinho moído em três passadas na máquina e com o menor espaço de tempo possível antes de servir. Também irá usar Pão preto fatiado, Cebola picada, Cheiro verde, Sal, Pimenta-do-reino, molho de Pimenta vermelha (Tabasco), Mostarda preta, Maionese, Ovo (só a gema) e Limão. 

dsc01258

Modo de preparo:

Coloque sobre a fatia de Broa uma leve camada de Maionese. Sobre a Maionese coloque a quantidade de carne indicada (200 a 300 g), sem apertar.

dsc01259

Em seguida tempere com o Sal, Tabasco, um pouco de suco de Limão, pouca Mostarda preta, Pimenta-do-reino na altura e 2 colheres de sobremesa de gema de Ovo.

dsc012611

Não custa lembrar que a carne deve ficar solta, sem apertar, apenas ajeitada suavemente sobre o pão com o auxílio de um garfo. Agora chegou a vez da cebola, colocada a gosto, porém sem parcimônia.

dsc01262

 

Por cima da cebola, capriche no Cheiro verde. Não tenha medo.

dsc012631

Para finalizar, salgue novamente e se quiser adicione um pouco de Molho inglês. Decore com linhas de Maionese e Mostarda preta, regue com um bom Azeite de Oliva e saboreie, de preferência acompanhado de uma boa Cerveja.

dsc012641

Como curiosidade vale saber que a origem do nome vem do hálito forte que este prato deixa, mas que, com certeza vale a pena!

Amanhã vocês ficam na excelente companhia de Luis Felipe de Moraes, nosso grande Sommelier!

Print Friendly

Posts Relacionados

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Seja o Primeiro a Votar)
Loading...

8 Responses to Carne crua

  1. Boni

    uma comida muito tradicional da sua estância…
    barreado!!
    vixi!!!
    as variedades me aguçam cada vez mais!!!
    mas carne de onça será a minha próxima proeza, não vejo a hora!!!
    depois te falo….
    valew!

  2. alda

    adoro este tipo de carne.vou servir para amigos no feriado proximo.é muito bom este prato

  3. jair jose de frança

    eu sou adepto da carne de onça, sou de Curitiba, e sempre faço esse prato, mas eu tempero a carne com o sal tipo tempero completo ( aquele com pimenta do reino, alho etc.) e misturo a cebola picada junto..e nao uso maionese no pao antes da carne e fica muito bom..nunca sobrou nada…abc..

  4. Pingback: Cantinho do Eisbein | Oba Gastronomia - o seu Site de Gastronomia

  5. Romana

    Your site looks gerat! Love the blog.. If you are interested in any wesb design feel free to contact me at http://vadoz.ru

  6. David - Chapecó-SC

    Ótimo prato! Degustei no boteco Jabuti em Curitiba e virei adepto, é claro…regado a Brahma e uma boa cachaça…. é de lambuzar o bigode!

  7. maria olimpia carvalho rolim

    conheci a carne de onça, quando tinha 10ou11 anos meu pai me levava no bar buraco do tatu na rua monsenhor celso.Obar era de um alemao seu schimit nao me lembro muito bem,foi a muitos anos hoje estou com quase setenta anos.obs,nao lembro se o nome do bar buraco do tatu ou toca do tatu.

  8. Pingback: Cantinho do Eisbein | Oba Gastronomia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *